Um brinde ao casal! Como brindar e com qual bebida?

Brindar aos recém casados  é desejar energia e felicidades na vida a dois.

O brinde com vinho existe desde a Grécia antiga, e de lá para os dias de hoje, o ato de brindar foi sendo reinventado não apenas pelo tipo de bebida, mas também pela simbologia do momento.

Os noivos devem decidir com qual bebida, com quem querem brindar e o momento mais adequado.

Para ajudá-los, fizemos um resumo com algumas opções mais comuns nas comemorações:

– A maioria prefere brindar com os pais no momento do corte do bolo, quando o pai e a mãe da esposa podem discursar, os quatro levantam as taças em homenagem ao casal.

Os homenageados olham-se e batem suas taças, bebendo o líquido harmonizado.

– Há os que preferem fazer o próprio brinde, sem discurso, apenas os dois posando para fotos, por não terem mais seus pais vivos ou juntos ainda.

– Outros  casais fazem eles próprios o brinde e o discurso, homenageando com palavras de amor o cônjuge, e aproveitando para agradecer aos familiares e convidados.

– Outro momento escolhido, é na chegada do casal ao local da reunião, para abrir a comemoração.

É apropriado que um garçom esteja discretamente aguardando com uma bandeja , duas taças e a garrafa já aberta, para servi-los, evitando contratempos.

– Também em almoços e jantares de casamento, tem sido uma tendência o brinde e os discursos antes de servirem a refeição. Dessa forma, quem vai falar fica mais tranquilo para saborear a comida depois do dever cumprido.

Irmãos, padrinhos ou amigos são muito solicitados para discursar no brinde ao casal. O importante é que tenha uma proximidade grande, desenvoltura para falar e não deixe os personagens principais constrangidos com menções inadequadas para o momento.

O discurso não deve ser longo e cansativo, e deve ter palavras positivas para o futuro.

Em alguns países, é comum que várias pessoas queiram oferecer um brinde aos recém-casados, aos pais deles e até aos padrinhos, mas é preciso ter cuidado para esse momento não se tornar constrangedor ou tedioso, com tanta gente falando.

Quanto ao líquido, os mais escolhidos para brindar são os os vinhos espumantes, que passam por duas fermentações, o que gera as “bolhinhas”. Devem ser servidos em taças alongadas em temperatura de 6 a 8 graus celsius:

– Champanhe, que é um espumante suave, produzido apenas na região de Champagne na França e fermentado apenas na própria garrafa, o que o torna mais caro;

– Cavas, produzido na Espanha com a segunda fermentação na garrafa;

– Prosecco produzido com uvas italianas, na Itália ou fora dela; com a segunda fermentação em tanques;

– Gaseificado, fermentado em grandes cubas de inox ou na própria garrafa.

Também têm sido tendência, os brindes com cerveja e drinks personalizados, porém, alguns casais preferem brindar com bebidas não alcóolicas, como refrigerantes, sucos ou simplesmente água. A água simboliza o renascimento e a pureza, muitas vezes sendo entendida como uma espécie de batismo desse momento.

O que não se deve fazer é brindar com taça ou copo vazio, pois segundo as tradições mais antigas, após o brinde deve-se levar a taça à boca e com um gole, aceitar e compartilhar os votos de felicidades aos homenageados.

Se o discurso convidar a todos para brindar, os convidados devem estar com suas taças abastecidas antes do mesmo se iniciar. Portanto, deve ser previamente combinado com os garçons para ninguem ficar de mãos vazias, mesmo quem não beba alcoólicos, deve ser servido com refrigerante ou água.

Amor e vida longa aos casais !

 

Mary Luce Carvalho – Publicitária, docente e blogueira.

“Acredito que a boa comunicação dissemina amizades e prosperidade.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *